1
Posted July 10, 2013 by Carol Pacobahyba in Artigos
 
 

Atividade de vulcão assusta população do México

volcano_TerraEstrangeiraA atividade do vulcão Popocatépetl, localizado a 55 quilômetros da Cidade do México está preocupando a população da região de Amecameca. Ontem, duas duas explosões acompanhadas por um forte barulho e a emissão contínua de vapor de água e cinzas foram registradas na capital mexicana. O Centro Nacional de Prevenção de Desastres (Cenapred) confirmou que as cinzas alcançaram uma altura média de 3,5 km acima do nível da cratera. O sistema de monitoramento da atividade vulcânica registou ainda um tremor de média amplitude, segundo agências de notícias mexicanas.

Uma população de 4,5 milhões de pessoas vivem a 50 quilômetros em torno da estrutura geológica, sendo que 650 mil estão concentradas em zonas consideradas de alto risco. Na semana passada, uma chuva de cinzas obrigou as companhias aéreas norte-americanas a realizar o cancelamento de dezenas de voos com destino à Cidade do México. O Cenapred elevou, no último sábado, o alerta nos arredores do vulcão de fase amarela 2 para fase amarela 3. Neste estágio é necessário evacuar os habitantes da região. As autoridades do México estão intensificando os preparativos para a evacuação ao redor do vulcão no caso de uma grande erupção.

De acordo com o jornal mexicano “El Universal”, a comunidade que vive na região do Popocatépetl passou a noite de ontem assustada com o barulho emitido pela estrutura vulcânica, o chamado “ruge”. Várias e sirenes foram soadas em alerta. Alguns moradores da região descreveram o som como “arrepiante” e que se assemelha ao ruído de um grande motor de aeronave.

De acordo com o Cenapred, foi observada ainda a emissão de alguns fragmentos incandescentes que caíram próximos à cratera. O órgão ainda afirmou que foi registada uma “discreta queda de cinza” em Amecameca. O vulcão Popocatépetl possui uma altitude de 5.452 metros sobre o nível do mar, é a segunda maior montanha do país e um dos 14 vulcões ativos no México.

Assista um vídeo com imagens de uma das erupções.


Carol Pacobahyba

 
Carol é jornalista. Natural de Fortaleza, reside no Recife. Já morou em cidades paraibanas, em Brasília, em Montreal e em Toronto, no Canadá. Além de conhecer diversos lugares do Brasil, já visitou países como Peru, Bolívia e Estados Unidos. Ou seja, tornou-se cidadã do mundo antes mesmo de conquistar a maioridade. Estreou seu primeiro programa de rádio aos 15 anos e quando surgiu o projeto do Terra Estrangeira não hesitou em unir duas paixões: comunicação e turismo. Carol não dispensa uma oportunidade de viagem e espera dar uma volta ao mundo trazendo consigo um pedacinho de cada lugar em fotografias e ímãs de geladeira. Por ter o coração cigano, também não exclui a possibilidade de voltar a morar em terras estrangeiras. É ultra-mega-power conectada e, claro, está sempre presente nas redes sociais, inclusive nos perfis do Terra Estrangeira. Como cearense nata, traz o bom humor na ponta da língua, mas não herdou a cabeça-chata graças à genética materna carioca.