Random Article

 
Equipe
 
 

Carol Pacobahyba

 
Carol é jornalista. Natural de Fortaleza, reside no Recife. Já morou em cidades paraibanas, em Brasília, em Montreal e em Toronto, no Canadá. Além de conhecer diversos lugares do Brasil, já visitou países como Peru, Bolívia e Estados Unidos. Ou seja, tornou-se cidadã do mundo antes mesmo de conquistar a maioridade. Estreou seu primeiro programa de rádio aos 15 anos e quando surgiu o projeto do Terra Estrangeira não hesitou em unir duas paixões: comunicação e turismo. Carol não dispensa uma oportunidade de viagem e espera dar uma volta ao mundo trazendo consigo um pedacinho de cada lugar em fotografias e ímãs de geladeira. Por ter o coração cigano, também não exclui a possibilidade de voltar a morar em terras estrangeiras. É ultra-mega-power conectada e, claro, está sempre presente nas redes sociais, inclusive nos perfis do Terra Estrangeira. Como cearense nata, traz o bom humor na ponta da língua, mas não herdou a cabeça-chata graças à genética materna carioca.


Dimitri Kozma

 
Paulista de nascimento e canadense por opção, o artista multimídia Dimitri Kozma decidiu descobrir as agruras e delícias de se viver fora do Brasil em 2009. Apaixonado por toda forma de arte, Dimitri utiliza suas experiências em diferentes países e interação com outras culturas como uma grande fonte de inspiração para suas obras, que incluem vídeo arte, curta-metragens, animação, ilustração, pintura, design de games, fotografia e literatura. Reis das piadinhas infames no Terra Estrangeira (com destaque para as imitações toscas de Silvio Santos), Dimitri usa o mesmo humor ácido e sarcástico de sua arte para trazer um toque de irreverência ao podcast. Também conhecido pela mão-de-vaquice extrema, viagens super econômicas e restaurantes “all you can eat” estão na sua lista de favoritos. Juntamente com Julio, edita os podcasts, além de editar os vídeos do Terra Estrangeira.



Fabiana Ferlin

 
Formada em jornalismo mas também perambulando por outras áreas da Comunicação, Fabiana Ferlin trocou há alguns anos a chuva de São Paulo pela chuva de Vancouver. Com o firme propósito de um dia conhecer os quatro cantos desse mundo redondo, a cada entrevista para o Terra Estrangeira Fabiana acrescenta novos lugares à sua já imensa lista de destinos imperdíveis. Aluna aplicada em história e geografia na época do colégio, sonha em visitar todos aqueles lugares longínquos e misteriosos que ilustravam as páginas da National Geographic e da enciclopédia Conhecer (entregou a idade agora, hein?). No Terra Estrangeira, Fabiana tem a difícil tarefa de tentar manter o foco do programa quando Dimitri e Julio começam a divagar sobre assuntos nerd que só eles entendem.


Júlio Samico

 
Júlio é bacharel em Direito, músico e recifense. Desde 2009 largou a vida estável no Brasil para tornar-se “canadense”. Em Vancouver teve a certeza de que gosta mesmo é das temperaturas amenas e não do sol escaldante, mas sente falta das praias pernambucanas com cerveja gelada, caldinho e caranguejo. Apesar de adorar seriados, filmes, games e ser 'beatlemaníaco', jogava bola, sentava no fundo e na frente da sala (dependendo de fatores como: qual fosse a disciplina/professora ou onde estava sentada a gatinha da vez), ia para a gandaia, mas também adorava ficar em casa. Ou seja é nerd, mas não é. Júlio é, de fato, uma verdadeira metamorfose ambulante. Ganhou seu primeiro violão aos 14 anos e, de lá para cá, compôs tantas canções que até perdeu as contas. Hoje, compõe, entre outras coisas, os temas musicais do Terra Estrangeira, além de fazer a edição do programa.